A origem de seu nome vem de sanguis jovis em latim “sangue de Júpiter” e data do século XVI, mas provavelmente existe desde o tempo dos etruscos na Toscana.

Também conhecida como “Prugnolo” em Montepulciano e “Brunello” em Montalcino possui dois clones principais: um grande (Sangiovese Grosso) mais utilizado na Toscana e um pequeno (Sangiovese Picolo) mais usado na Emilia-Romagna. É a uva dos famosos Chianti, porta bandeira da bela Toscana, que recebe também em sua composição outras uvas como Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah. A família Biondi-Santi teve também um papel importantíssimo na criação do famoso e tradicional Brunello di Montalcino, o exemplar mais profundo e encorpado da Sangiovese, hoje seus vinhos foram ultrapassados.

Ler mais