Foto: A Uva Gewürztraminer

Foto: A Uva Gewürztraminer

A região da Alsácia (Alsace em francês) situa-se no nordeste da França, entre as cidades de Strasbourg (ao norte) e Moulhouse (ao sul) na fronteira com a Alemanha. O rio Reno (Rhin) delimita os países. É uma região muito peculiar, visto que, foi território alemão por várias vezes nos séculos X, XVII, XIX e XX. Essa dualidade de nacionalismo se traduz na sua cultura, onde a gastronomia tem um papel fundamental.

Os vinhedos estão situados nas encostas (contrafortes) das Montanhas de Vosges em altitudes entre 180 a 360 metros, possuem-sem orientação sul ou sudeste, porém, existem algumas excelentes propriedades nas encostas voltadas para o norte e nordeste. Os vinhedos da Alsácia estão protegidos plenamente da influência do Atlântico pelas Montanhas de Vosges, recebendo uma excepcional insolação, com baixíssima taxa de precipitação pluvial. Seus vinhedos ocupam uma estreita faixa de terra (max. de 4 Km) que se estende por 120 Km.

Destacadamente, seus vinhos são brancos (95%) e varietais. Apesar da proximidade com a Alemanha, os vinhos alsacianos se diferenciam completamente destes. São mais secos, com álcool e corpo mais presentes. Seus vinhos são muito diferentes, exóticos e, muitas vezes, espetaculares, entre os melhores da França.

Principais Características

A Alsácia possui um sistema de classificação dos seus vinhedos (AOC) diferente do resto da França. Aqui, o que importa é a casta, o tipo de uva que faz o vinho.

A rigor, só existem 3 denominações: Alsace, Alsace Grand Cru e Alsace Crémant.

Seus vinhos podem ser: Secos, Colheita Tardia (Vendange Tardive), Botritizados (Sélection dês Grains Nobles) ou ainda, Espumantes (Crémant).

Existem 50 vinhedos classificados como Grand Cru.

Fato interessante é que a condução dos vinhedos é alta para evitar a proximidade com o solo que muitas vezes está congelado no período da primavera. A fermentação tende a ser completa para neutralizar os açucares. Apesar disso, existem excelentes vinhos doces na região.

Principais Uvas

  • Riesling: É a casta com maior potencial de qualidade, muitas vezes seus Grand Crus são espetaculares. Os vinhos mais simples podem ser degustados jovens, os melhores evoluem bem por 10 anos ou mais. Seus vinhos podem variar entre secos e doces;
  • Gewürztraminer: Outra excelente casta que se expressa muito bem na Alsácia. Seus vinhos são mais aromáticos, exuberantes com aromas exóticos que lembram rosas, lichia e creme Nívea. Podem ser secos, semi-doces ou doces. Devem ser degustados no máximo em 8 anos;
  • Pinot Gris (Tokay d’Alsace): Produz vinhos secos, encorpados, bastante aromáticos, que envelhecem bem. Grandes vinhos. Mas não se deve confundir com o Tokaji húngaro;
  • Muscat: É a casta que produz os vinhos mais leves, ligeiros e que devem ser tomados jovens. Apesar disso, seus vinhos são extremamente aromáticos e secos;
  • Pinot Noir: Única casta tinta de qualidade na região. Porém, poucos produtores se arriscam em fazer vinhos interessantes. Melhor seria ficar com os vinhos brancos.

Existem ainda outras castas menos valorizadas na região: Sylvaner (em ascensão), Chasselas, Pinot Blanc (espumantes), Auxerrois.

Principais produtores

Existem muitos produtores na região, os melhores vinificam somente com as suas próprias uvas. Muitos ainda vendem para cooperativas ou negociantes, mesmo assim, com qualidade.
Dentre os melhores produtores, podemos destacar:

  • Hugel & Fils;
  • Dom. Zind-Humbrecht;
  • Dom. Weinbach;
  • E. F. Trimbach;
  • Paul Blanck;
  • Ostertag;
  • Marcel Deiss;
  • Albert Mann;
  • Dopff au Moulin;
  • Kuentz-Bas;
  • Bruno Sorg;
  • Schlauberger.

Mapa da Região

Mapa Região da Alsácia

Vinhos degustados pela confraria nessa reunião

Crémant d’Alsace Brut Reserve AOC – NS (WS90)
Produtor: Marie&Cécile Albrecht
Tipo: Espumante Branco Seco (FeA – S/M – Champ)
Valor de referência: R$ 184,00

Riesling Réserve AOC – Safra 2013
Produtor: Marie&Cécile Albrecht
Tipo: Branco Seco (FeA – S/M – SL)
Valor de referência: R$ 160,00

Gewürztraminer Reserve AOC – Safra 2013
Produtor: Marie&Cécile Albrecht
Tipo: Branco Seco (FeA – S/M – SL)
Valor de referência: R$ 193,00

Degustação da Confraria dos Prazeres de 15 de fevereiro de 2016.

Texto de: André Monteiro.
Editado e publicado por: Maicon F. Santos.