Guia do Vinho

O vinho e as coisas boas da vida

Wine Spectator 2016

Esses são os Top 10 de 2016 pela Wine Spectator:

Wine Spectator Top 10 2016

Foto Wine Spectator TOP 100 2016

Wine Spectator TOP 100 2016

Para definir os Top 100, foram mais de 18.000 vinhos degustados em 2016, com pontuação média e o preço médio de 93 pontos e US$ 46, respectivamente, o mesmo que em 2015 e 2014, onde juntos, a França, a Itália e os Estados Unidos representam quase dois terços da lista de 2016.

Confira a lista completa dos Top 100 de 2016 em http://top100.winespectator.com/top-10-wine-reveal-2016/

Vinhos de Rioja

Foto da Uva Tempranillo

Foto: Uva Tempranillo

A região demarcada de Rioja localiza-se no nordeste da Espanha. Sua principal cidade é Logroño e sofre bastante influência da cultura basca.

A vinicultura na região é muito antiga, anterior a chegada dos romanos. Desde o século X já existia regulamentação sobre a produção. Mas foi a partir de 1860 que a região começou a utilizar novas técnicas de vinificação. Essas inovações foram trazidas da região de Bordeaux pelo então Marquês de Riscal e rapidamente foram absorvidas por outro marquês, o de Murrieta. Ambos começaram a vinificar em carvalho e cultivaram cepas francesas (Cabernet Sauvignon e Merlot).

Ler mais

Valle du Rhône

domaine-cristia-villages-2012A região da Côtes du Rhône, como diz o nome, situa-se ao longo do vale do rio Ródano (Rhône em francês). O rio Rhône nasce nos Alpes da Suíça (Valais), passa pelo Lago Genebra, entra na França, encontra o rio Saône (Borgonha), percorrendo o sudeste francês até desaguar no Mediterrâneo, próximo à cidade de Marselha.

Ler mais

Vinhos de Bordeaux

A região de Bordeaux localiza-se a sudoeste da França, próxima ao Oceano Atlântico. Os vinhedos acompanham os cursos dos rios Garonne e Dordogne que desembocam no Gironde até o seu estuário.

Bordeaux é a principal cidade da região e um dos mais importantes portos da França.

As estatísticas dessa região são totalmente impressionantes. Bordeaux é o maior vinhedo demarcado em extensão do mundo. É também, o maior produtor de vinhos finos. São aproximadamente 13 mil propriedades que cultivam cerca de 100 mil hectares e produzem (anualmente) 660 milhões de garrafas.

Ler mais

As Uvas: Primitivo e Aglianico

Na época romana, a região sul da Itália, que hoje compreende as províncias da Campânia, Basilicata e Puglia, era a responsável por fornecer os vinhos de maior qualidade do Império. Mas a história da vinicultura da região começa um pouco antes. Remonta ao período em que a região era colônia grega.

Ler mais

Beef Wellington

O Beef Wellington é uma tradicional receita inglesa preparada com uma peça inteira de filé, coberta geralmente com purê de cogumelos e envoltos por uma massa folhada.

Este prato foi apresentado recentemente no programa Que Marravilha da GNT, pelo chef Claude Troisgros. A receita apresentada a seguir é do conhecido chef Gordon Ramsay.

Espero que todos gostem. Só falta descobrir qual vinho fará a melhor combinação, mas isso vamos descobrir assim que a receita ficar pronta.

Ler mais

Vinhos Rosés do Mundo

Como bem dizem os franceses, viva a diferença, a diversidade. E nós sabemos que a evolução depende da diversidade.

No mundo dos vinhos também é assim. E o vinho rosé deve ser respeitado e ter seu lugar ao sol. Por sinal, quanto mais sol, melhor. Para gostar do vinho rosé, precisamos entender que, antes de tudo, ele representa um estado de espírito, um estilo de vida.

Ler mais

Vinhos da Nova Zelândia – Ilha Norte

Foi exatamente na Ilha Norte, mais precisamente ao redor da cidade de Auckland, que nasceu a vinicultura neozelandesa. Isso se deve a proximidade com o mercado consumidor local, pois concentra 1/3 da população nacional. Curiosamente, essas terras não são as melhores para se cultivar vinhas.

Ler mais

Vinhos dos EUA – Oregon

O estado do Oregon localiza-se ao norte do estado da Califórnia e ao sul do estado de Washington. Suas regiões vinícolas se estendem pelos vales formados entre a Cordilheira Costeira e os Montes das Cascatas.

Ler mais

A Uva Riesling

A Riesling é uma casta excepcional, extremamente aromática e de personalidade marcante. Originária da Alemanha, já era cultivada pelos romanos nos vales do Mosel e do Reno. Durante as últimas décadas sofreu injusta discriminação devido aos erros de marketing cometidos pelos alemães. Chegou a ser considerada por muitos como uma casta de segunda categoria. Mas continua sendo muito apreciada pelos grandes conhecedores, que a consideram, muitas vezes, como a melhor casta branca para vinhos. Hoje, a Riesling (pronuncia-se “Rissling”) vive seu renascimento mercadológico.

Ler mais

Página 1 de 7

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén